26/11/2021 às 13h09min - Atualizada em 27/11/2021 às 00h00min

Transformação digital na radiologia traz mais eficácia na jornada do paciente

Na semana do radiologista, DGS Brasil e Hospital das Clínicas de SP mostram os benefícios de diagnósticos mais precisos

SALA DA NOTÍCIA Luana Bárbara
São Paulo, novembro de 2021 – Na semana em que comemora o dia do profissional de radiologista, 8 de novembro, a DGS Brasil, empresa pertencente ao Grupo Dedalus, provedor líder de soluções de diagnóstico e gestão hospitalar na Europa e um dos maiores do mundo, destaca a importante parceria com o Hospital das Clínicas de São Paulo dentro do setor de radiologia dentro dos hospitais.

A DGS Brasil fornece softwares para armazenamento, processamento e pós-processamento e distribuição de imagens clínicas. “Contamos com um portfólio muito vasto, que engloba desde soluções para atenção primária, passando pelas etapas dos diagnósticos e do tratamento até sistemas para Home Care, quando o paciente precisa ser tratado em casa. Para o mercado de radiologia, possuímos uma ferramenta chamada Deep Unity, que pode ser acessada pelos médicos de qualquer lugar do mundo. Esse mercado tende a crescer consideravelmente nos próximos anos”, conta Paulo Banevicius, Country Manager da DGS Brasil.
 
O professor Giovanni Cerri, presidente do Conselho do Instituto de Radiologia (InRad) e da Comissão de Inovação (InovaHC), ressalta que com o avanço da radiologia intervencionista, é possível que o tratamento de doenças pode ser ainda mais bem sucedido e com maior eficácia. “Os estudos vão permitir o uso das informações de exames de imagem no prognóstico de doenças. Essa é uma conquista muito importante, pois com a integração e automação dos serviços de diagnósticos por imagem do Hospital das Clínicas apoiadas pela DGS Brasil, impactará diretamente o dia a dia do trabalho do médico radiologista. Essa facilitação no acesso amplia a segurança e praticidade para os médicos e no final melhora positivamente a jornada do paciente”, explica o professor.

“A radiologia é uma especialidade que ajudou o ser humano nas últimas décadas a viver mais e melhor. Colaborou para prolongar e melhorar a qualidade de vida das pessoas com base em três pilares: diagnóstico precoce, acompanhamento e na terapêutica de doenças”, complementa Banevicius.

Como a radiologia é uma especialidade muito tecnológica, entrou na era digital e possibilitou o avanço para a telerradiologia diagnóstica a distância, de um estado para o outro, de um país a outro. Dessa forma os médicos podem ter acesso aos exames de qualquer lugar ou dispositivo, não precisando se deslocar até a clínica ou hospital.

Desde que a radiologia entrou na era da computação, aconteceram grandes transformações como ultrassom, tomografia computadorizada, ressonância magnética e cintilografia. Depois vieram os métodos híbridos como PET CT (tomografia por emissão de pósitrons), PET – RM (fusão da tomografia por emissão de pósitrons com ressonância magnética. E mais recentemente o uso da inteligência artificial para tornar o diagnóstico mais preciso e ajudar o radiologista, profissional de fundamental importância para esta área da medicina.

Transformação digital para tratamentos dos pacientes  

Com a transformação digital os pacientes terão ainda muito mais facilidade na hora de marcar seus exames, obter informações dos preparos de forma mais didática e inteligente, ter acessos mais rápidos e seguros às suas informações clínicas e acima de tudo os diagnósticos de maneira mais oportuna e precisa. “A tecnologia está cada vez mais voltada para a experiência dos usuários finais e no caso da saúde, os usuários, no caso os pacientes, percebem que o tratamento médico melhora como um todo”, ressalta o Country Manager da DGS Brasil.

Essas inovações digitais são de extrema importância também para os gestores dos hospitais e clínicas de diagnósticos por imagem. Do ponto de vista clínico, os médicos terão apoio de ferramentas sofisticadas que permitem diagnósticos mais precisos e com isso os dois lados saem ganhando. “A tecnologia veio para viabilizar laudos com maior rapidez e segurança e assim os tratamentos serão ainda mais assertivos. E por outro lado, as instituições obterão mais eficiência operacional e produtividade, somada às funções puramente clínicas. Por isso, a ferramenta quando utilizada corretamente disponibiliza indicadores que proporcionam uma gestão cada vez mais estratégica das empresas provedoras de saúde”, finaliza Paulo Banevicius, Country Manager da DGS Brasil.

Sobre Grupo DGS Brasil

A DGS Brasil, empresa pertencente ao Grupo Dedalus, provedor líder de soluções de diagnóstico e gestão hospitalar na Europa e um dos maiores do mundo. Com sede na Itália, possui atuação mundial em mais de 30 países e cerca de 5,5 mil colaboradores, que atendem mais de 6 mil hospitais e 5,3 mil laboratórios. A empresa conta com uma área de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) com 1,1 mil profissionais, considerada uma das maiores da Europa. No Brasil a empresa possui escritórios em São Paulo (SP) e no Recife (PE).

Em 2016 iniciou o plano de expansão com a aquisição da Agfa Healthcare IT tornando-se líder no mercado de soluções de saúde nos segmentos hospitalar e de diagnóstico. Em 2020 adquiriu a divisão de software de saúde da DXC Technology.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tcheerechim.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp