30/11/2021 às 18h01min - Atualizada em 01/12/2021 às 00h00min

Dia de Doar: NoFront já formou mais de 400 pessoas gratuitamente em educação financeira em 2021

E pretende formar ainda mais em 2022. Saiba como contribuir e solicitar uma bolsa de estudos

SALA DA NOTÍCIA Agência Oliver Press - Assessoria de Imprensa da NoFront
Divulgação NoFront

Com o objetivo de democratizar o acesso à educação financeira para pessoas em situação de vulnerabilidade social e de grupos minorizados socialmente, como mulheres, pessoas negras, pessoas indígenas pessoas LGBTQIA+,, a NoFront - Empoderamento Financeiro, criou o NoFront Social, eixo da instituição que oferece bolsas de estudos parciais ou integrais nos cursos de educação financeira, palestras e oficinas temáticas. Só em 2021, foram ofertadas mais de 640 vagas totalmente gratuitas para as formações e 470 pessoas formadas.

 

E tudo isso foi possível por meio da campanha ‘Educação Financeira contra o Racismo', através do Matchfunding Enfrente - organizada pela Fundação Tide Setubal, em parceria com a Benfeitoria, realizada em 2020. Para continuar impactando positivamente mais pessoas em 2022, a NoFront lançou novamente a campanha de  doações, que se encerra em 10 de dezembro

 

A fim de arrecadar R$ 90 mil, a NoFront oferece recompensas para os doadores como planilhas de organização financeira, aulas, cursos, mentorias, formação corporativa, ebooks, entre outros. E a cada R$1 recebido, o Fundo Enfrente aporta mais R$ 2, triplicando a arrecadação. “Caso o objetivo não seja alcançado, nenhuma quantia será revertida ao projeto ‘Educação Financeira contra o Racismo', pois a campanha é tudo ou nada! Precisamos dar continuidade às ações sociais propostas. Essa luta é de todes!”, afirma Gabriela Chaves, economista e fundadora da NoFront.

 

Através deste projeto, a NoFront segue no combate de problemas estruturais:   interromper o ciclo da pobreza e fortalecer a construção de redes colaborativas que transformem narrativas entre as periferias brasileiras e diaspóricas. “Queremos recuperar valores africanos distorcidos durante a história, exaltar a conexão com a prosperidade e seguir no comando das nossas vidas como pessoas negras motivadas, amparadas e vivas”,

diz Gabriela Chaves.

 

Para quem deseja solicitar uma bolsa, pode acessar https://www.nofront.com.br/nofront-social, clicar em “Sou Pessoa Física” ou  “Sou uma Organização”, se for o caso e  preencher o formulário e aguardar.

 

O que a NoFront fará, em 2022:

 

Programa de letramento econômico de lideranças periféricas

Programa de formação em Economia Política, relações raciais e de gênero. Irá instrumentalizar grupos e coletivos com atuação política (institucional ou não, independente de filiação partidária) com conhecimentos sobre Macroeconomia, fundamentos econômicos e princípios da Economia Política. O foco é formar lideranças periféricas que repliquem os saberes dentro de suas comunidades. Essa formação se somará à formação em planejamento financeiro pessoal, a ser disponibilizada para esses grupos e realizada em articulação com intelectuais negros.

 

I Festival de Economia Criativa da Diáspora

Produzido pela periferia e para a periferia, em 2022 será proposto o I Festival de Economia Criativa da Diáspora. Com os recursos captados na campanha, será realizada a primeira edição online do evento que irá propor discussões sobre possibilidades econômicas de cooperação entre as populações descendentes da diáspora.

 

Sobre o Dia de Doar:

No Brasil, o Dia de Doar foi realizado pela primeira vez em 2013, um ano depois da primeira edição, nos Estados Unidos, em 2012. A partir de 2014, o Brasil passou a fazer parte do movimento global, que hoje conta com 85 países participando oficialmente. Internacionalmente, o Dia de Doar tem nome de #GivingTuesday, que significa "terça-feira da doação". Vem na sequência de datas comerciais já famosas, como as BlackFriday e CyberMonday. É sempre realizado na primeira terça-feira depois do Dia de Ação de Graças (o Thanksgiving Day). Quem organiza e lidera a mobilização é a ABCR - Associação Brasileira de Captadores de Recursos. Além disso, o Dia de Doar é realizado como parte do Movimento por uma Cultura de Doação, uma coalização de organizações e indivíduos que promovem o engajamento das pessoas com as causas e as organizações da sociedade civil, por meio da doação como instrumento para fortalecimento da democracia.

 

Sobre a NoFront:

Fundada por Gaby Chaves, economista negra e periférica de 27 anos, a NoFront é uma plataforma multitecnologias, de impacto social, que propõe democratizar o campo estratégico para o combate das desigualdades estruturais: a economia. É uma iniciativa com 3 anos de experiência na produção de metodologias de ensino de finanças pessoais e economia, para grupos em situação de vulnerabilidade. Já formou mais de 5000 pessoas em todo o País, com método inovador: fala sobre dinheiro a partir de músicas do RAP.


 

Serviço: Campanha ‘Educação Financeira contra o Racismo' da NoFront - Empoderamento Financeiro

Data: 11/11 a 10/12

Local: https://benfeitoria.com/nofront

 

Materiais de divulgação na imprensa:

Vídeo da Campanha

 

Para solicitar bolsas, acesso o site da NoFront.

 

INFORMAÇÕES À IMPRENSA:

[email protected]


 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tcheerechim.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp