14/03/2022 às 16h27min - Atualizada em 15/03/2022 às 00h01min

Case de sucesso na Europa, compras conjuntas têm crescido no Brasil

Por Jonatan da Costa, CEO da Área Central

SALA DA NOTÍCIA Jonatan Costa
Divulgação

Empreendedores que unem forças certamente potencializam o avanço de suas organizações. A cooperação entre empresas é capaz de acelerar cenários que demorariam bem mais para serem conquistados, caso trabalhados em operação de mão única.

Um dos alicerces desse modelo de trabalho é a compra conjunta. Potência na Alemanha, um dos países em que esse conceito é mais difundido, o associativismo tem grande potencial no Brasil. Mas por quê? 

Diante da competitividade, apenas investir em bons produtos não é mais a melhor solução para um negócio. É necessário um olhar mais abrangente, investindo firme no associativismo e na elaboração de grupos empresariais. Em 2021, o jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung publicou o ranking das 100 maiores redes de negócios que atuam em formato colaborativo ou associativo. No topo, figuraram calçados e materiais esportivos, com €17,8 bi em movimentações; farmácias, com €7,8 bi e materiais de construção, com volume de negociações de €7,5 bi. Mas os segmentos vão além, envolvendo supermercados, materiais de construção, entre outros setores que também crescem no Brasil.

Quem opta pelo associativismo empresarial, além do impacto financeiro, se depara com outros benefícios. Um exemplo é a oportunidade de desenvolver habilidades importantes para empreendedores. Durante o processo que envolve compras conjuntas, é comum a otimização de gerenciamento, com aperfeiçoamento das estratégias e das operações, deixando a gestão mais robusta e focada na assertividade das negociações. 

Ao realizar compras conjuntas e mergulhar no associativismo, é preciso ter claro quais são os itens mais importantes de serem negociados. Na Área Central, empresa especializada no segmento, são realizadas medidas diárias que podem ser implementadas para quem decide apostar nesse modelo de negócio, com expertise de mais de dez anos. Uma rede de farmácias catarinense economizou R$ 28 mil já na primeira compra conjunta.

O que essas empresas estão realizando, na prática, são transações baseadas em dados consistentes. Com foco em boas negociações, organização, controle e planejamento a médio e longo prazo, é possível atingir resultados surpreendentes. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp