29/04/2022 às 17h15min - Atualizada em 30/04/2022 às 00h10min

Ministro da Saúde abre Dia D de vacinação em João Pessoa

O Dia D marca o início da segunda etapa da campanha de vacinação. Nessa fase, serão contemplados crianças de 6 meses a 5 anos de idade, gestantes e professores, entre outros.

SALA DA NOTÍCIA Agência Brasil
https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2022-04/ministro-da-saude-abre-dia-d-de-vacinacao-em-joao-pessoa

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, vacinou alguns conterrâneos em João Pessoa (PB), no evento que marcou do Dia D de vacinação contra a gripe e sarampo. O Dia D é conhecido como uma ação que impulsiona a Campanha de Vacinação, lançada no início do mês LINK 1 .



“Estou aqui na minha cidade, onde nasci, revendo meus conterrâneos e dizendo que tenho certeza que estamos fazendo a nossa parte. E quero pedir a vocês o que vocês já me deram, um voto de confiança, para mostrarmos que em relação à gripe, em relação ao sarampo, nós vamos fazer o mesmo que fizemos com a covid-19”, disse o ministro, referindo-se à redução de mortes e casos diários de covid no Brasil.



O Dia D marca o início da segunda etapa da campanha de vacinação. Nessa fase, serão contemplados crianças de 6 meses a 5 anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas, professores, pessoas com deficiência, caminhoneiros, pessoas com comorbidades, trabalhadores de transporte coletivo, rodoviário e portuário e forças de segurança. A primeira etapa priorizou os trabalhadores de saúde e os idosos. A campanha vai até o dia 3 de junho



Queiroga também reforçou a necessidade da população continuar se vacinando, mesmo contra doenças que parecem ter perdido a força. “Há cerca de uma década a cobertura vacinal no mundo vem caindo. Porque como tivemos sucesso no enfrentamento a essas doenças evitáveis por vacina, nós temos uma falsa segurança de que estamos livres dessas doenças, mas não estamos. Para isso temos que buscar as Unidades Básicas de Saúde para atualizar o calendário vacinal todos os anos”.



Gripe



A gripe é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. Ela é provocada pelo vírus da influenza e tem grande potencial de transmissão O vírus se propaga facilmente, levando a casos leves, mas, também, a casos graves, que aumentam as taxas de hospitalização e provocam a morte de pessoas mais vulneráveis à doença.



As doses serão trivalentes, que garantem imunização contra três variantes do vírus influenza, a H1N1, a H3N2 e a influenza B. Foram adquiridos mais de 80 milhões de doses, que serão distribuídas aos estados.



Sarampo



A vacinação contra o sarampo, que também faz parte da campanha, tem como público-alvo os trabalhadores da saúde e crianças com idades entre 6 meses e 5 anos, que somam 18,8 milhões de pessoas, sendo 5,8 milhões profissionais da saúde e 13 milhões crianças dentro da faixa etária estabelecida. A meta é imunizar 95% desse universo de pessoas.



A população deve buscar as unidades de saúde para se vacinar. Cada município organizará os locais que disponibilizarão a imunização contra a influenza e o sarampo. É importante que os cidadãos procurem se informar nas secretarias de Saúde e nas unidades de saúde perto de onde moram ou trabalham.




Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp