27/06/2022 às 18h30min - Atualizada em 29/06/2022 às 00h11min

Cibra participa do Encontro Nacional de Cooperativas Agropecuárias 2022

Empresa fortalece sua atuação no mercado de fertilizantes e reforça seu relacionamento com as cooperativas e seus associados

SALA DA NOTÍCIA Karem Soares
Divulgação

Cibra, uma das maiores e mais inovadoras empresas de fertilizantes do Brasil, participa do ENCA - Encontro Nacional de Cooperativas Agropecuárias 2022, que acontecerá nos dias 28 e 29 de junho, em Campinas, São Paulo. O evento, que reúne as maiores cooperativas do país tem o objetivo de discutir os principais desafios do setor agropecuário, incluindo o crescimento sustentável desse setor e o volume de negócios atual gerado pelas maiores cooperativas do país. Durante o encontro, o time de especialistas da companhia estará presente no evento, para falar sobre as novidades da marca para o mercado e reforçar parcerias para as cooperativas.

As cooperativas são responsáveis por quase 50% do PIB agrícola, além de empregarem cerca de um milhão de pessoas. Segundo o Censo Agropecuário do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 48% de tudo que é produzido no país passa por uma cooperativa. “Nós acreditamos e valorizamos a força das cooperativas. E, por isso, estamos muito animados com a primeira participação da Cibra no ENCA. Trata-se de uma oportunidade única para a atualização sobre as tendências do mercado, criação de novos relacionamentos e negócios e o  fortalecimento daqueles já existentes”, afirma Luiz Freiberger, diretor Comercial da Cibra.

No estande da empresa, os visitantes do ENCA, ainda, poderão conhecer mais sobre o CibraCoin - o primeiro criptoativo do mundo vinculado a fertilizantes, que permite ao produtor agrícola ter previsibilidade e segurança na aquisição do insumo, ao mesmo tempo em que oferece ao mercado financeiro uma nova opção de investimento no agronegócio, assim como o portfólio de fertilizantes da marca. 

A Cibra vem crescendo consistentemente acima da indústria deste segmento ao longo dos últimos anos. Sediada em Camaçari (BA), a empresa tem hoje 11 plantas no Brasil: três na Bahia, duas no Mato Grosso, duas no Paraná, uma em Goiás, uma no Rio Grande do Sul, uma em Santa Catarina e uma em Minas Gerais.  Seu faturamento chegou a R$ 5 bilhões em 2021, com entrega de 2 milhões de toneladas de fertilizantes, uma alta de 20% em relação a 2020. Só no ano passado, a empresa fez dois anúncios importantes: a aquisição de uma fábrica de fertilizantes da Heringer, em Uberaba (MG), e o início da construção de uma nova fábrica (“greenfield”) em Sinop (MT), com perspectiva de inauguração no início de 2023. 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp