14/12/2021 às 14h57min - Atualizada em 15/12/2021 às 00h00min

Em comemoração aos seus 50 anos, Heliópolis recebe espaço dedicado às crianças em 19 de dezembro

COMUNIDADE SE UNE AO MOVIMENTO UNIDOS PELO BRINCAR PARA CONSTRUÇÃO DE INTERVENÇÕES URBANAS LÚDICAS

SALA DA NOTÍCIA Camila Del Nero
Considerada a maior favela de São Paulo, Heliópolis completa 50 anos no próximo dia 19. E, para marcar essa data, a comunidade recebeu um espaço dedicado aos pequenos, com jogos e brincadeiras concebidos especialmente para colaborar com seu desenvolvimento emocional, cognitivo, físico, social e criativo. Crianças da comunidade vão poder aproveitar as intervenções lúdicas do Favelas do Brincar, construídas em áreas públicas de favelas, antes já implementadas em Paraisópolis (SP) e Complexo do Alemão (RJ). Em Heliópolis, a ação ganhou um sentido ainda mais especial. Moradores da comunidade se uniram à causa e colocaram a mão da massa para ajudar a criar esses espaços. E mais: as crianças foram ouvidas e participaram do planejamento e criação dos espaços. A parceria conta ainda com o apoio da  Ação Comunitária Nova Heliópolis, associação que contribui para a realização de novos projetos na comunidade, referentes às famílias, além de contribuir para o debate democrático nas áreas de habitação, educação, saúde, cultura, esporte e lazer.  

Em Heliópolis, as intervenções foram realizadas em espaços que já eram utilizados pelas crianças para brincar, entre os corredores dos conjuntos habitacionais da comunidade. Sendo assim, o projeto veio para trazer melhorias para o local e possibilitar a migração das telas, tão usadas pelas novas gerações, para os espaços públicos. Agora, os pequenos poderão curtir um caminho do brincar com pegadas no chão que os levam aos mais variados tipos de brincadeiras projetadas através de pinturas como amarelinha, labirinto e brincadeiras baseadas em canções infantis tradicionais da cultura brasileira.

“Receber o projeto Favela do Brincar em Heliópolis é um presente para que nossa comunidade volte a sonhar, a brincar e interagir melhor com as crianças e com seus vizinhos. A saída de casa para se apropriar do espaço que é deles é o que se propõe também. O legado do Favelas do Brincar é o resgate das crianças e suas famílias, no pós-pandemia. Eles agora vão voltar a sair de casa e aproveitar as brincadeiras, com interação comunitária”, comemora José Marcelo, fundador do Ação Comunitária Nova Heliópolis.

Direito fundamental de toda criança, o brincar é parte integrante dos processos de aprendizagem. No cenário brasileiro e em especial nas comunidades, espaços adequados são um desafio, que se tornou ainda mais crítico durante a pandemia da COVID-19. A pesquisa “O Brincar nas Favelas Brasileiras”, realizada pelo movimento Unidos pelo Brincar, apontou que 88% das mães entrevistadas recorrem a telas - celular, TV - para entreter as crianças. A quarentena e o fechamento de creches e escolas, ao invés de aproximar mães e filhos, os afastou ainda mais: 50% acham que a pandemia trouxe dificuldade em encontrar tempo para brincar com as crianças. E não é por falta de compreensão da importância do brincar. Na pesquisa, 92% das mães dizem acreditar que as brincadeiras são importantes para o aprendizado infantil, principalmente para habilidades de comunicação, socioemocionais, desenvolvimento físico e concentração.

O Favelas do Brincar nasce dentro do movimento Unidos Pelo Brincar, como fruto da percepção dessa situação crítica. Seu objetivo é impulsionar a aprendizagem através das brincadeiras e abrir caminhos para que organizações, comunidades e governos repliquem o formato em outros territórios. Os recursos utilizados para desenvolvimento das ações nas favelas de Paraisópolis (SP), Heliópolis (SP) e Complexo do Alemão (RJ) estarão disponíveis no site. Seu público alvo são instituições, governos locais e também cidadãos organizados que decidam replicar a intervenção em suas comunidades em prol das crianças, do brincar e do aprendizado. O Favelas do Brincar reforça o objetivo de unir organizações da sociedade civil e chamar a atenção do poder público para a importância desses espaços para o desenvolvimento integral das crianças. 

A iniciativa é uma parceria com o G10 Favelas e usa recursos do projeto Pé de Infância, da Bernard van Leer Foundation, e da iniciativa Playful Learning Landscapes (PLLAN). 

Sobre o Movimento Unidos pelo Brincar

O Movimento Unidos pelo Brincar tem a missão de promover a valorização do brincar como um dos pilares do desenvolvimento infantil. Através do brincar, crianças desenvolvem diversas habilidades, e por esse motivo o Movimento visa estimular famílias, cuidadores e o setor público a oferecer mais oportunidades de aprendizagem lúdica para todas as crianças. Com financiamento da Fundação LEGO, a iniciativa atua desde 2019 com ações no Brasil, Colômbia, México e Ruanda.

Serviço
Lançamento Projeto "Favelas do Brincar"
Realização: Movimento Unidos pelo Brincar, com apoio da Associação Nova Comunitária e G10 Favelas. 
Apoio: Bernard van Leer Foundation e Playful Learning Landscapes (PLLAN)
Data: 19 de dezembro 
Horário: 14h às 16h
Onde: Sede da Ação Nova Comunitária
Endereço: R. Cel. Silva Castro, 334 - Cidade Nova Heliópolis, São Paulo - SP, 04231-015
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tcheerechim.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp